Home Futebol Alemanha, Bélgica e Holanda querem sediar Copa do Mundo Feminina de 2027

Alemanha, Bélgica e Holanda querem sediar Copa do Mundo Feminina de 2027

Associações dos três países europeus apresentam planos à FIFA para única candidatura

Alemanha, Bélgica e Holanda fizeram um comunicado através das associações de futebol dos três países com a ideia de sediar, em conjunto, a Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2027.

O comunicado, enviado à FIFA, ainda diz que será confirmado um acordo oficial com detalhamentos das cidades-sedes.

“O fato de estarmos fazendo esse projeto juntos, como três competidores no futebol e também bons vizinhos, se encaixa muito bem nessa filosofia. O futebol feminino em nossos países está, de fato, em diferentes fases de desenvolvimento, mas compartilhamos a aspiração de dar um impulso ao esporte nacional e globalmente com a organização desta Copa do Mundo”, diz o comunicado.

Foto: Getty Images

A última Copa do Mundo de Futebol Feminino foi sediada pela França em 2019. O campeonato de 2023 acontecerá na Austrália e na Nova Zelândia. Antes, em 2011, a Alemanha recebeu o torneio em 2011. Se confirmada, será a primeira vez que a Bélgica sediará um grande torneio de futebol feminino.

Vale ressaltar que os países não são os primeiros a demonstrarem interessem em sediar a competição. No início de 2019, Dinamarca, Finlândia, Islândia, Ilhas Faroe e Noruega também comunicaram que estavam unidas para uma provável candidatura.

Terje Svendsen, presidente da Federação Norueguesa de Futebol, afirmou que “os países nórdicos têm uma posição de liderança no futebol feminino”.

Saiba mais: Seleção brasileira de basquete voltará às quadras em “bolha” argentina

Copa do Mundo de 2026

Assim como a Copa do Mundo de 2026 que será sediada por três países (Canadá, Estados Unidos e México), a de 2030 seguirá a mesma linha. Na primeira quarta-feira deste mês (7), Espanha e Portugal assinaram acordo para organização conjunta da edição que irá comemorar os 100 anos da Copa do Mundo. Argentina, Chile Paraguai e Uruguai também criaram proposta coletiva em 2019.

Lúis Rubiales, presidente da Federação Espanhola de Futebol (RFEF), e o presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, confirmaram o acordo no estádio José Alvalade, em Lisboa.

“Este acordo significa um passo importante para este projeto comum das Federações, mas também para os países. O futebol, o esporte, é uma magnífica ferramenta para injetar força e vontade de vencer nestes momentos de grande dificuldade. Poucas coisas podem gerar mais ilusão do que a oportunidade de organizar um Mundial e não podemos pensar em melhor parceiro do que Portugal. Estamos de mãos dadas com a Federação Portuguesa”, afirmou Luís Rubiales.

Vale lembrar que o diretor da La Liga publicou anteriormente que a La Liga estará ao lado da Espanha e de Portugal na candidatura para sediar a Copa do Mundo de 2030.

O contrato prevê o desenvolvimento de métodos para projeção internacional dos países e das duas federações.

Fora as nações sul-americanas, o Marrocos também está na corrida para organizar a Copa do Mundo de 2030. Pode ser que o país até se junte em uma candidatura conjunta com a Argélia e Tunísia.

- Advertisment -

Popular

76ers vencem os Raptors com autoridade

Veja os resultados da rodada Joel Embiid não para! O camaronês candidato a MVP liderou o Philadelphia 76ers na vitória por 109 a 102 contra...

O que vale ao São Paulo a vaga direta na Libertadores

Tricolor precisa vencer o Flamengo para não correr risco de entrar nas fases preliminares O jogo desta quinta-feira (25), contra o Flamengo, no Morumbi, vale...

Fred sonha com vaga direta do Fluminense na Libertadores

Camisa 9 lembra desconfiança sobre elenco no início da temporada: "Serviu para nos fortalecer" Oito anos depois, o Fluminense está de volta à Libertadores. E mais uma...

Joia do Bayern, Musiala decide defender seleção da Alemanha

Com dupla nacionalidade, meia-atacante de quase 18 anos se tornou o inglês mais jovem a marcar na Liga dos Campeões na vitória bávara sobre...