Pular para o conteúdo

Conheça toda a história do Miami Heat

    Melhores campanhas do Miami Heat

    Veja os principais feitos do Miami Heat

    O Miami Heat é uma franquia de basquete da NBA. A equipe tem sede em Miami, na Flórida. O time compete pela Divisão Sudeste, na Conferência Leste da liga.

    Ao longo da história, o Miami Heat conquistou a NBA em três oportunidades (2006, 2012 e 2013). A franquia ainda foi vice em outros três anos (2011, 2014 e 2020). Ao todo também venceu 15 títulos de Divisão.

    Linha do tempo do Miami Heat

    Confira o desempenho do Miami Heat na NBA ao longo do tempo, desde o surgimento até os dias de hoje.

    O surgimento do Miami Heat

    O Miami Heat surgiu em 1987 quando a NBA anunciou que adicionaria três franquias à liga. Um grupo de Miami então liderado por Billy Cunningham e Lewis Schaffel superou outros de Orlando e São Petersburgo. A franquia então estrearia na temporada 1988/1999. O nome da equipe foi escolhida em pesquisa e o logotipo criado pelo artista Mark Henderson.

    Começo modesto

    As primeiras temporadas do Miami Heat foram bem ruins, com a equipe ficando sempre nas últimas posições. Isso resultava em primeiras escolhas no draft, mas que também não acabaram se convertendo em estrelas, atrasando um pouco o crescimento.

    O Miami só conseguiria chegar aos playoffs na temporada 1991/1992, quando avançou em 8º lugar, mas acabou caindo já na primeira rodada. Isso se repetiu em 1993/1994, novamente sem conseguir ir longe.

    Fase de protagonismo

    Depois de um longo período na seca, o Miami Heat finalmente passou a desafiar as principais franquias. Isso aconteceu após uma mudança na gestão e com a chegada de Pat Riley. O executivo e técnico reorganizou a equipe e montou um time forte com destaque para Alonzo Mourning e Tim Hardaway.

    Foram cinco temporadas seguidas terminando nas três primeiras colocações entre 1997 e 2001 O auge veio na temporada 1996/1997, quando pela primeira vez na história da franquia conseguiu avançar uma fase dos playoffs. No entanto, acabou perdendo a decisão da Conferência para o poderoso Chicago Bulls do astro Michael Jordan.

    Primeiro título

    Apesar do bom trabalho no final da década de 90, o Miami Heat só chegaria ao título na temporada 2005/2006. O primeiro passo para isso foi a escolha de Dwyane Wade no draft 2003. Outra movimentação importante para isso foi a contratação de Shaquille O’Neal.

    Os dois juntos formaram uma poderosa dupla que conduziu a equipe para mais de 50 vitórias por duas temporadas seguintes, sendo uma delas a do título.

    Big Three

    Depois do título, o Miami Heat teve que lidar com uma série de problemas, especialmente as lesões dos principais astros. Com isso, até 2010 caiu na fase regular ou na primeira rodada dos playoffs.

    A mudança só aconteceria para a temporada 2010/2011, quando foi formado o que ficou conhecido como Big Three. Na ocasião, a equipe que ainda contava com Dwyane Wade, anunciou as contratações de Chris Bosh e LeBron James.

    A chegada de LeBron James principalmente gerou uma série de questionamentos, pois era um astro jovem, que se juntava a outras duas estrelas para buscar o primeiro título na carreira.

    Isso gerou duas situações. A primeira era de aumento de exposição, com maior consumo da marca, divulgação e também aumento de torcedores do Heat. Do outro lado, tinha um grupo que passava a torcer contra a franquia devido ao fato de terem reunido três estrelas para serem campeões pela segunda vez.

    Acontece que o trabalho rendeu o objetivo da gestão do Miami Heat. Foram quatro temporadas seguidas chegando na final da NBA.

    Na primeira acabou sendo surpreendida e perdendo para o Dallas Mavericks. Só que na sequência venceu duas edições, diante de Oklahoma City Thunder e San Antonio Spurs. O time do Texas daria o troco na temporada 2013/2014.

    Desta forma, o Big Three foi desfeito ao final desta edição, com o LeBron retornando ao Cleveland Cavaliers, deixando o Heat com mais dois títulos da NBA e dois vices na galeria.

    Franquia pós LeBron

    A saída de LeBron James foi acompanhada logo depois da descoberta de um problema de saúde de Chris Bosh. Dwyane Wade também conviveu com algumas lesões nas temporadas seguintes, o que fez com que o Miami não conseguisse se manter tão competitivo.

    O grande momento foi na temporada 2019/2020, quando a equipe voltou a ganhar a Conferência Leste e chegar em uma final de NBA. Esta edição foi marcada pelo fato de ter ocorrido no começo da Pandemia do Covid-19, que fez com que liga tivesse todo o playoff disputado em uma “bolha”, sem presença de torcedores.

    Só que apesar da boa campanha, o Miami Heat perdeu para o Los Angeles Lakers na final. Curiosamente do outro lado estava exatamente LeBron James.

    A franquia ainda faria uma grande temporada em 2021/2022, mais uma vez liderada por Jimmy Butler. O time fez a melhor Campanha do Leste, mas caiu diante do Boston Celtics.

    Jogadores de destaque

    Muitas estrelas já passaram pelo Miami Heat, mas cinco deixaram feitos que fizessem com que a franquia tomasse a decisão de aposentar as camisas. Os primeiros foram Tim Hardaway e Alonzo Mourning, homenageados em 2009. Sete anos depois foi a vez de Shaquille O’Neal. Mais recentemente aconteceram as cerimônias de Chris Bosh, em 2019, e Dwyane Wade, em 2020.

    O Miami Heat também aposentou a camisa de Michael Jordan, mesmo sem o atleta ter atuado na franquia.

    Rivalidades

    Os principais rivais do Miami Heat são New York Knicks, Chicago Bulls, Orlando Magic, Boston Celtics e Indiana Pacers, devido a confrontos históricos na NBA. Contra Knicks e Bulls isso começou ainda nos anos 90, na primeira grande fase do Heat.

    Contra os Bulls isso ainda se intensificou em 2011, quando o rival também havia montado um grande time e deu trabalho nos playoffs. Na fase do Big Three, Celtics e Pacers também ocuparam este espaço após confrontos apertados e até mesmo muito brigados.

    Eles se encontraram nas finais da Conferência Leste de 2013. Novamente a série foi marcada por várias faltas técnicas e flagrantes. No final, o Heat venceu a série por 4-3, após uma vitória por 99-76 no Jogo 7.

    Já com o Orlando Magic a rivalidade existe principalmente pelo fato de as duas equipes estarem localizadas na Flórida.