Pular para o conteúdo

Santos prepara programação para 80 anos de Pelé

    Foto: Roy Rochlin/FilmMagic/Getty Images

    Clube fará ações em semana de aniversário de Rei do Futebol

    Na semana em que o maior atleta de todos os tempos comemora mais um ano de vida, o Santos irá festejar com uma programação especial. A festa de 80 anos do Rei Pelé terá início nesta quinta-feira (22), um dia antes do aniversário do Rei do futebol (23). A celebração contará com muito amor e orgulho por aquele que possui mais de mil gols na história, três títulos mundiais, protagonismo na história gloriosa do Peixe e inspiração para tantos Meninos da Vila.

    Programação completa do Santos

    22 de outubro

    Sessões de cinema gratuitas no Cine Roxy

    A retirada do ingresso deverá ser feita um dia antes da sessão, na fila do cinema. A mostra acontecerá no Cine Roxy 5 e no Cine Roxy 6 no município de São Vicente.

    Sessões:

    18h: Fuga Para a Vitória

    20h30: Pelé Eterno

    23 de outubro

    15h– Live nos canais oficiais do Santos FC pelo Youtube e Facebook.

    Abaixo segue programação ao vivo:

    Abertura da live (15h) – Lançamento do selo do Correios em cerimônia virtual com público restrito na sala do Conselho Deliberativo (15h30 – transmissão do cerimonial completo) – Evento exclusivo para convidados;

    Descerramento da placa comemorativa no portão 16 (16h) – Evento exclusivo para convidados;

    Participação de ídolos na live e apresentação de materiais exclusivos preparados em homenagem ao aniversário do Rei Pelé com resenhas, narrações e reportagens (a partir das 16h30);

    19H – Iluminação dourada da Vila Belmiro em homenagem ao Pelé.

    Ações para sócios e não sócios

    Lançamento da camisa exclusiva em alusão aos 1116 jogos do Pelé;

    Resgate de camisa retrô autografada pelo Pelé (exclusivo para Sócio Rei);

    Resgate de camisa com a marca Rei 80 (exclusivo para Sócio Rei);

    Coroas e desenhos do Pelezinho (Maurício de Souza) para download para pintar no site oficial do Clube;

    ‘Vila ao vivo’ do Memorial das Conquistas: live fechada por meio de plataforma online para as escolas de Bauru, Três Corações e Santos.

    Saiba mais: Confira os confrontos dos clubes já classificados para a próxima fase da Libertadores

    Destaques da carreira do Rei

    Final da Copa de 1970

    Nos 4 a 1 sobre a Itália, Pelé viveu sua maior aclamação com a camisa 10 da seleção brasileira. O jogo que levou o tricampeonato mundial ao Brasil após um gol de cabeça certeira e duas assistências, para Carlos Alberto Torres e Jairzinho.

    O brilhante gol de placa

    Em março de 1961, Edson Arantes do Nascimento criou uma jogada tão impressionante que deu originem a expressão “gol de placa”. No jogo entre Santos e Fluminense, no Maracanã, pelo extinto Torneio Rio-São Paulo, o Peixe levou a melhor por 3 a 1. Pelé saiu do campo de defesa com a bola driblando seis adversários na corrida até a área antes de tocar a saída do goleiro Castilho. Joelmir Beting tomou a decisão de encomendar uma placa de bronze para homenagear o golaço feito pelo Rei.

    Final da Copa de 1958

    O Rei é, ainda hoje, o mais jovem jogador a marcar em uma final de Copa do Mundo. Em 1958, Pelé sai da Suécia como Rei do Futebol. Aos seus 17 anos e nove meses, a seleção do Brasil foi disputar a decisão contra os suecos. O camisa 10 marcou dois gols na vitória brasileira por 5 a 1, um deles merece ser figurado: matou de peito na área, cobriu o zagueiro com a bola e a pegou do outro lado e chutou sem deixar a bola cair.

    O milésimo Gol

    Pelé marcou o seu milésimo gol na partida por 2 a 1 sobre o Vasco, no Maracanã, o estádio famoso por presenciar grandes momentos da carreira do Rei. O gol histórico veio de pênalti na partida do dia 19 de novembro de 1969.

    Pelé para uma guerra

    No início de 1969, o time santista iria enfrentar a seleção do Meio Oeste na Nigéria no dia 4 de fevereiro, na cidade de Benin. Neste momento a região passava por uma guerra civil que buscara a divisão de Biafra. Para ver o Rei jogar, foi determinado feriado em Benin, e os combates deram uma pausa enquanto a delegação do Santos estivesse na região. O time brasileiro derrotou o adversário diante a um público de 25 mil torcedores.

    Marcações: